O que comer na Itália

IMG_6697

A dica na Itália é experimentar os pratos típicos de cada região. Por exemplo, a milanesa em Milão, ou o bife a fiorentina em Florença. Existem também os pratos famosos em toda a Itália, como as massas, o gelatto e a pizza.

Lá é difícil encontrar um prato que misture massas e carnes. Geralmente você pede um ou outro.

Funciona assim: antipasto (entradas), primo piatto (pastas), secondo piatto (carnes ou peixes), contorni (acompanhamentos), insalata (salada), pizzas e dolce (sobremesas).

Você pode pedir tudo, mas não recomendo. Cada porção costuma vir bem servida. A carne não vem com acompanhamento, sendo necessário pedir à parte, o que acaba ficando mais caro. O preço das massas também são mais baixos que as carnes.

 

Pizza.

Dizem que a melhor de todas fica em Nápoles. Não fomos lá, mas é válida pra todo o país.

A pizza italiana é diferente da brasileira. Geralmente é mais fina e com bem menos recheio que a brasileira. A porção é individual e vem em um tamanho bom pra uma pessoa comer. É grandinha. Eu gostei bastante, mas tem quem não goste.

IMG_6343
Pizza no Vaticano.
IMG_6697
Pizza em Florença. Mussarela de búfala, tomate e manjericão.
IMG_7215
Pizza em Milão. Cogumelos e presunto.

 

Entradas

Vou dar destaque pra uma entrada que comemos em San Gimignano: queijos pecorino, mel e peras. Delicioso.

O queijo pecorino é um queijo italiano feito de leite de ovelha (pecora significa ovelha em língua italiana). É um queijo duro, compacto e salgado, com sabor forte (dependendo do grau de maturação), muitas vezes usado em culinária, ralado. Existem vários tipos de pecorino, um dos mais conhecidos é o pecorino romano, fabricado na região próxima de Roma. (Fonte: Wikipedia).

IMG_6181
Bruschetta, em Roma.
IMG_6876
Bruschettas e queijos, em Florença.
IMG_6925
Pecorino, mel e pêras, em San Gimignano – Toscana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pastas

As massas não mudam muito do que já estamos acostumados no Brasil. A mais barata de todas é o spaguetti ao sugo, que custa em torno de 6 a 8 euros. Geralmente vem o suficiente pra você ficar satisfeito e não precisar pedir mais nada, mas em alguns lugares pode vir pouquinho.

Por incrível que pareça, só encontramos no Lago di Como e nas Cinque Terre o molho bolonhesa. Não é muito comum por lá.

IMG_6180
Espaguete ao sugo em Roma.
IMG_6816
Fagottini de pecorino e pêra com molho de queijo de fondue, em Florença. DELICIOSO!
IMG_6829
Nhoque ao sugo, em Florença.
IMG_6832
Carbonara, em Florença.
IMG_7124
Penne ao sugo, em Milão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_6967
Bolonhesa, em Cinque Terre.

 

 

 

 

 

 

 

 

Carnes

Em Florença, coma o bife a Fiorentina. Só é bom se informar, pois o valor é vendido no quilo. Nosso jantar nesse dia deu 60 euros e comemos bem, sempre com o vino della casa, então dá pra se programar pra um dia mais caro =).

Em Milão provamos o bife a milanesa, pela primeira vez na viagem servido como um “prato executivo“, com acompanhamentos junto. Acredito que porque estávamos hospedados em uma região menos turística da cidade. Estava delicioso. Milão foi a cidade em que comemos melhor na viagem.

Carne na Itália é quase o dobro do preço de um prato de massas. Custa entre 10 e 20 euros, dependendo da carne.

IMG_6940
Bife a Fiorentina, em Florença. 43 euros o kg.
IMG_7089
Bife a Milanesa, em Milão. Único lugar que encontramos esse estilo “executivo”.
IMG_6417
Escalope a gorgonzola, em Roma. (14 euros).
IMG_6762
Entrecote ao molho de uvas, em Florença. (18 euros).
IMG_6761
Vitela com cogumelos, em Florença. 17 euros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Frutos do Mar

Obviamente, os melhores lugares para comer frutos do mar são em regiões litorâneas. Provamos em Monterosso del Mare (Cinque Terre) e em Veneza.

Pra ser bem sincera, foram os lugares em que comemos pior na viagem. Não gostei de quase nada! Ambos eram lugares muuuuito turísticos. Vai ver foi isso. Vale pesquisar bem onde comer.

IMG_6962
Entrada de polvo, em Monterosso del Mare. Deu dó de comer o bichinho.
IMG_6965
Espaguete com frutos do mar, em Monterosso del Mare.
IMG_7265
Entrada de sardinhas com uma espécie de polenta, em Veneza.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gelatto

Eu não sou a maior fã de sorvete, e também não achei assim ó meu deus que coisa mais deliciosa kkk. Mas o André pirou, principalmente nos de chocolate. Ele achou um de Roma, o melhor que comeu na viagem.

DSC_0688
Gelattos em Volterra, Toscana.
IMG_6534
Gelatto de stracciatella (flocos), em Roma.

 

 

 

 

 

 

 

Lanches

Pra mim o melhor pra comer de lanche, na Itália, foram as pizzas al taglio, que eles indicam como um “fast food”. São pizzas em pedaços, vendidas no quilo. É uma refeição super barata e gostosa, pra mim e pro André dava cerca de 5 euros.

IMG_5937
Pizza al taglio, em Roma.

 

 

É isso! A comida na Itália, como já era de se esperar, é uma delícia. Eu comia pizza ou pasta e vinho todo dia. Até enjoei um pouco de vinho tinto por uns meses, de tanto que bebi lá. kkkk Vale à pena <3

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *